BRAGANTINO ESTREIA NA SÉRIE C COM EMPATE EM CASA

Botafogo-SP marca de pênalti no lance final e empata com o Bragantino na estreia da Série C

Bragança Paulista, SP (13)

Texto por Assessoria de Imprensa (Tatiana Rodrigues)

A partida começou estudada pelas duas equipes, mas foi o Braga que partiu pra cima primeiro: o atacante Vitor cruzou para Wellington que desceu em velocidade e chutou forte, a bola passou muito perto, quase o gol do Massa Bruta.

O meia Morais cobrou escanteio e a bola sobrou para Edno que cabeceou e o goleiro Rafael Pascoal fez grande defesa, mas o lance já estava impedido. Em uma saída errada do Bragantino, o Botafogo chegou ao primeiro gol da partida: o lateral esquerdo Gerley limpou sua marcação e chutou forte, a boal bateu na trave e entrou: 1 a 0.

O meia Rafael Chorão cobrou falta e o zagueiro  Gilberto cabeceou, mas a bola foi afastada pela defesa adversária. O Bragantino continuou pressionando: Chorão cobrou escanteio e a bola sobrou para o zagueiro Guilherme que chutou obrigando o goleiro Neneca a fazer uma bela defesa.

E o Massa Bruta partiu pra cima do adversário buscando o gol de empate: o atacante Roberto Pitio desceu em velocidade passou para Vitor que fez tabela com Chorão que devolveu  e ele acertou um belo chute sem chances para Neneca: 1 a 1.

Em contra-ataque do Botafogo, o meia Morais desceu em velocidade e tocou para Edno,k o goleiro Rafael Pascoal saiu para fechar o espaço e  com o gol vazio, o lateral do Braga Kellyton evitou o segundo gol do adversário.

Fim de primeiro tempo no Estádio Nabi Abi Chedid: 1 a 1.

Na volta para a segunda etapa, os treinadores retornaram com as mesmas equipes. E o Bragantino continuou pra cima do Botafogo tentando o gol da virada: o atacante Roberto desceu pelo meio passou para Chorão que deu um passe para Wellington que chutou cruzado, Neneca fez a defesa e colocou para escanteio. Chorão cobrou e a defesa adversário afastou o perigo.

O técnico Rodrigo Fonseca percebendo a pressão do Massa Bruta fez sua primeira alteração: saiu Vitinho e entrou Wesley. O Botafogo desceu em contra-ataque com Diego Pituca que tocou para Morais que chutou, o goleiro Rafael Pascoal fez a defesa.

Em saída rápida do Massa Bruta, Wellington tocou para Kellyton que cruzou, o meia Chorão dominou a bola, mas foi desarmado pela equipe adversária. Aos 37 minutos, o atacante Wellington fez uma linda jogada, passou por três marcadores e acabou sendo derrubado na área, pênalti assinalado para o Braga: Vitor cobrou com perfeição e fez: 2 a 1.

Os técnicos resolveram fazer alterações: no Braga saíram Roberto e Wellington, e entraram Matheus e Daniel Pereira, já no Botafogo saíram Edno e Mateus Cancian e entraram Isaac e Serginho.

O Botafogo tentava furar o bloqueio da marcação do Bragantino, mas não conseguia. Aos 47 minutos, Daniel Carvalho que entrou no lugar de Rafael Chorão perdeu a bola, o meia adversário desceu e m posição de impedimento, na sequência da jogada, o atacante Isaac entrou na área e em uma confusão entre a zaga e o goleiro do Braga, ele acabou caindo e juiz marcou pênalti. O próprio Isaac cobrou e empatou a partida: 2 a 2.  Fim de jogo.

O Bragantino volta a campo no próximo sábado (20) onde enfrentará oi Macaé pela 2ª rodada do Brasileiro no Estádio Moacyrzão.

Ficha Técnica:

Partida: Bragantino x Botafogo/SP

1ª Rodada – Brasileiro Série C

Data: 13/05/2017

Horário: 19:30 hs

Local: Estádio Nabi Abi Chedid – Bragança Paulista,SP.

Público:  584    pagantes      / Renda: R$ 5.450,00

Árbitro: Jose Claudio Rocha Filho

Assistente 1: Alberto Poletto Masseira

Assistente 2: Evandro de Melo Lima

Quarto árbitro: Adriano de Assis Miranda

Gols: Bragantino – Vitor (aos 26 do 1º Tempo e aos  37 do 2º Tempo – pênalti); Botafogo –  Gerley ( aos 09 do 1º Tempo) e Isaac (aos 47 do 2º Tempo – pênalti)

Cartões amarelos: Bragantino (Fabiano, Edson Sitta); Botafogo (Isaac, Mateus Cancian)

Equipes:

Bragantino: Rafael Pascoal, Kellyton, Gilberto, Guilherme Mattis e Fabiano;Adenilson, Edson Sitta e Rafael Chorão (Daniel Carvalho); Wellington (Daniel Pereira), Roberto Pitio (Matheus) e Vitor. Técnico: Alberto Félix.

Botafogo/SP: Neneca, Carlos Hemrique, Caio Ruan, Gladstone e Gerley; Neneca, Carlos Henrique, Caio Ruan, Gladstone e Gerley; Rodrigo Thiesen, Mateus Cancian (Serginho) e Morais; Vitinho (Wesley), Edno (Isaac) e Diego Pituca. Técnico: Rodrigo Fonseca

Related Post